Unsupported Browser
The American College of Surgeons website is not compatible with Internet Explorer 11, IE 11. For the best experience please update your browser.
Become a member and receive career-enhancing benefits

Our top priority is providing value to members. Your Member Services team is here to ensure you maximize your ACS member benefits, participate in College activities, and engage with your ACS colleagues. It's all here.

Become a Member
Become a member and receive career-enhancing benefits

Our top priority is providing value to members. Your Member Services team is here to ensure you maximize your ACS member benefits, participate in College activities, and engage with your ACS colleagues. It's all here.

Membership Benefits
ACS

COVID-19: Consideraciones para la protección óptima de los cirujanos antes, durante y después de los procedimientos

Online April 28, 2020 | Realizado pelo American College of Surgeons

Baixe a versão para impressão

A quantidade de informações em relação a proteção individual do profissional de saúde aumentou significativamente nos ambientes intra e extra-hospitalar. Este relatório resume as informações, dados e recomendações atualizadas sobre a proteção da equipe de saúde no centro cirúrgico e as orientações para minimizar os riscos de contágio subsequente. Este relatório aborda os seguintes temas:

Uso de equipamento de proteção individual

  • O CDC recomenda o uso de equipamento de proteção individual (EPI) durante o atendimento e a realização de procedimento em pacientes com suspeita ou diagnóstico de COVID-19.
  • As máscaras N95 ou respiradores equivalentes, bem como os com nível mais alto de proteção devem ser utilizados durante qualquer procedimento que gere aerossóis (por exemplo, intubação orotraqueal) durante o atendimento de pacientes com suspeita ou diagnostico de COVID-19.
  • Máscaras ou respiradores descartáveis devem ser removidos e descartados adequadamente, de acordo com os protocolos locais ou das autoridades de saúde.
  • Realizar higienização das mãos após descartar a máscara ou o respirador.
  • O CDC possui vídeos sobre como vestir e retirar as máscaras de proteção pessoal N95, disponibilizados no site do CDC.
  • Informações adicionais sobre EPI estão disponíveis no Boletim ACS COVID-19.
  • O teste de ajuste é essencial para garantir o uso adequado das máscaras.
  • Durante a pandemia a escassez dos equipamento de proteção individual, incluindo as máscaras faciais como a N95 pode ocorrer, portanto, recomenda-se que as unidades de saúde desenvolvam protocolos para a preservação das máscaras e equipamentos de proteção, bem como estratégias para o suprimento. O CDC desenvolveu estratégias para otimizar a utilização de máscaras.
  • A colocação, uso e a remoção do EPI foram compartilhadas em detalhes por dois estabelecimentos com ACS, descritos abaixo:
    • Universidade Médica da Carolina do Sul desenvolveu uma lista de verificação de como colocar e remover as máscaras.
    • Universidade do Kansas descreveu o uso de EPI abaixo:
Recomendações do EPI * Atualizado em 30/03/2020

Assistencia a pacientes sem suspeita de COVID-19

Assistencia a pacientes com suspeita ou positivos para COVID-19

*Se houver contato a menos de 1 metro do paciente, esse deverá usar mascara cirurgica.  

Durante procedimentos que geram aerossolização em pacientes com suspeita ou diagnostico de  COVID-19 e procedimentos em via aerea em TODOS pacientes

Quando:

  • Paciente assintomatico para COVID-19
  • Distancia de menos de 2m por mais de 1 minuto

Local:

  • Ambulatorios e centros médicos
  • Pronto-Socorro
  • Unidades de Cuidados Agudos
  • Unidades de Cuidados Intensivos
  • Áreas de Procedimentos

EPI requerido:

  • Mascara cirurgica

Quando:

  • Pacientes tem sintomas de COVID-19 , o que está aguardando o resultado ou está positivo

Local:

  • Ambulatorios e centros médicos
  • Pronto-Socorro
  • Unidades de Cuidados Agudos
  • Unidades de Cuidados Intensivos
  • Áreas de Procedimentos

EPI requerido:

  • Face Shield / óculos
  • Mascara cirurgica
  • Avental
  • Luvas

Quando:

  • Durante procedimentos que gerem aerossolização

Local:

  • Ambulatorios e centros médicos
  • Pronto-Socorro
  • Unidades de Cuidados Agudos
  • Unidades de Cuidados Intensivos
  • Áreas de Procedimentos

EPI requerido:

  • Face Shield / óculos
  • Mascara N95
  • Avental
  • Luvas

*Para todas categorias: é necessario lavar as mãos antes e depois independente de o paciente estar isolado ou estiver usando o EPI.

(1) Exemplo de procedimentos que geram aerossol: intubação, ventilação não invasiva, RCP, broncoscopia, sucção aberta, sucção nasotraqueal, uso de nebulizador.

EPI para coleta de amostras: o swab em nasofaringe frequentemente gera reflexo de tosse forte. É recomendado usar EPI para precaução de contato e goticula.  

Favor revisar o guideline para o uso extendido N95 e sua reutilização.

Riscos de contaminação durante a intubação

  • A transmissão do COVID-19 por aerossolização e gotículas é risco importante para o equipe cirúrgica.
  • O risco de infecção por aerossolização e gotículas aumenta com procedimentos como intubação endotraqueal, traqueostomia, endoscopia digestiva, durante a retirada do pneumoperitônio e aspiração de fluidos corporais durante procedimentos laparoscópicos.
  • Todos os profissionais não essenciais para a realização da intubação, incluindo a equipe cirurgica, devem permanecer fora da sala cirúrgica até que o processo de anestesia e intubação seja concluído nos casos de pacientes com suspeita ou diagnóstico de COVID-19.
  • Quando disponíveis, as salas operatórias com pressão negativa devem ser preferencialmente utilizadas. O artigo a seguir apresenta dados sobre o uso e a eficácia de salas de cirurgia com pressão negativa, Chow TT, Yang XY. Desempenho da ventilação em salas de cirurgia contra infecções transmitidas pelo ar: revisão da pesquisa e orientações práticas. Diário de infecção hospitalar. 2004; 56 (2): 85-92.
  • Um estudo recentemente publicado no New England Journal of Medicine demostra o tempo que COVID-19 pode permanecer viavel em diferentes superfícies (por exemplo, papelão 1 dia, plástico 3-4 dias).
  • O EPI apropriado deve ser usado de acordo com a política local: Este artigo fornece uma discussão útil sobre gerenciamento geral na sala de operações de um paciente infectado com COVID-19 e também o protocolo intraoperatório usado em Cingapura.

Risco de contaminação durante procedimentos cirúrgicos

  • A quantidade minima de profissionais necessários devem ser mantidas na ala cirúrgica, inclusive durante a intubação orotraqueal. Visitantes/Observadores não devem permanecer nesses locais.
  • Realizar aspiração continua durante o uso do eletrocautério para aspirar a fumaça.
  • Considere evitar procedimentos laparoscopicos (Boletim ACS COVID-19, recomendações SAGES, estudos publicados).
  • A traqueostomia é um procedimento com alto risco de aerossolização e um guia para traqueostomia está disponível.
  • Outros problemas operacionais, incluindo triagem, podem ser encontrados na seção do site da FACS COVID e na Newsletter.

Pós-procedimento/recuperação

  • Caso seja necessário transferir um paciente com suspeita ou diagnostico de COVID-19 para a área de recuperação anestésica ou unidade de terapia intensiva após um procedimento, um número mínimo de pessoas devem realizar a transferência. A equipe deve usar o EPI, de acordo com as recomendações do CDC. O equipamento de proteção individual não deve ser o mesmo usado durante o procedimento cirurgico.
  • As recomendações de proteção para os cirurgiões antes e após o contato com um paciente com diagnostico ou suspeita de COVID-19 podem variar dependendo do estabelecimento de saúde. Entramos em contato com quatro centros médicos acadêmicos para descobrir os comportamentos após o contato com um paciente infectado. Suas principais recomendações estão resumidas abaixo:
    • Tire as roupas pessoais e as coloque em sacolas.
    • Use uniforme ou privativo.
    • Após contato com o paciente infectado, remova o privativo/uniforme. Considere tomar banho antes de vestir um uniforme/privativo limpo ou suas roupas.
    • Lave as mãos com freqüência e mantenha uma distância social segura.

Retorno para casa - o que fazer para trazer segurança para sua família

  • As unidades de saúde podem reservar quartos de hotel para profissionais de saúde que não podem ou preferem não ir para casa após o atendimento ao paciente.
  • Esteja ciente do fato de que a contaminação viral de superfícies é um meio conhecido de transmissão de infecção.
  • Mantenha um desinfetante para as mãos e / ou luvas descartáveis para uso em caixas eletrônicos, máquinas de venda automática, bombas de gasolina e transferência de itens no momento da compra.
  • Limpe seu telefone celular com frequência antes, durante e após o atendimento ao paciente. Os telefones celulares podem ser mantidos em um saco plástico durante as atividades de trabalho. O telefone pode ser usado enquanto está na bolsa.
  • Considere remover suas roupas e lavá-las quando chegar em casa. • Considere reduzir o contato físico com os membros da família e lave as mãos com freqüência.
  • Limpe as superfícies da casa com uma solução higienizante eficaz (por exemplo, 60% de álcool).
  • O vídeo desenvolvido por um médico no Weill-Cornell Medical Center com informações práticas para os profissionais de saúde da linha de frente é notavel.

Isenção de responsabilidade

Essas diretrizes visam atender pacientes com base em estimativas de risco para o paciente (em termos de condição clínica, saúde do paciente, disponibilidade de recursos hospitalares) associados a cada estratégia.

  • Essas diretrizes não devem ser consideradas diretrizes rígidas e não pretendem suplantar o julgamento clínico ou a construção de consenso sobre as abordagens institucionais do tratamento. Há uma grande incerteza em torno dessa pandemia em evolução, e as informações podem mudar rapidamente.
  • É possível que as estratégias descritas neste documento sejam substituídas com base em nossa compreensão dos desafios únicos que o COVID-19 coloca em cada país e como o ambiente da saúde progride.

Baixe a versão para impressão